Aleitamento materno exclusivo: benefícios para a mãe e o bebê

Maternidade

04/10/2021

Você traz no peito a melhor fonte de nutrição para o seu bebê: o leite materno; conheça os benefícios da amamentação.

3 min de leitura

Aleitamento materno exclusivo: benefícios para a mãe e o bebê

Não é segredo para ninguém que o leite materno contribui para o desenvolvimento saudável do bebê. O que muita gente não sabe, é que as vantagens do leite materno se aplicam também às mães.

Além de proteger o neném de uma série de doenças, os benefícios do leite materno são visíveis no crescimento e saúde da criança. E para a mãe, há a redução das chances de desenvolver problemas de saúde após o parto ou até doenças mais graves.

Mas não para por aí. O período de amamentação é também necessário para fortalecer o vínculo entre mãe e filho. Este processo configura uma das formas de comunicação mais especiais entre os seres humanos.

Com uma conexão que nasce a partir do afeto e do cuidado, a criança aprende a ter confiança. Continue lendo e conheça todas as vantagens e a importância do aleitamento materno.

Amamentação: quais os benefícios do aleitamento materno?

Elixir da vida e ouro líquido. Estas são algumas das alcunhas do leite materno, por se tratar de um alimento repleto de substâncias vitais para o bebê. Afinal, ele contém todos os nutrientes necessários para o melhor crescimento e desenvolvimento da criança.

Para se ter uma ideia, nos primeiros 6 meses de vida do bebê, o leite materno consegue suprir sozinho todas as suas necessidades nutricionais.

Para aprofundar seu conhecimento, reunimos dicas e todas as técnicas de amamentação nesse e-book completo com tudo o que você precisa saber:

Amamentação em livre demanda: o que é

Especialistas indicam o leite materno como alimentação exclusiva até os 6 meses de vida da criança. Isso irá garantir proteção e força para o seu filho por toda a vida. Muitas mães vão além e recorrem à amamentação em livre demanda. Você sabe o que isso significa?

A amamentação deve ocorrer em livre demanda, ou seja, o bebê deve mamar sempre que quiser, sem restrições de horários ou tempo de permanência na mama. Cada bebê tem seu próprio ritmo, deixe-o mamar até que fique satisfeito e solte a mama espontaneamente.

Nos primeiros meses de vida é normal o bebê mamar com maior frequência e sem horários regulares. Em geral, um bebê em aleitamento materno exclusivo mama de 8 a 12 vezes ao dia.

Desta forma, não há horários definidos para alimentar o bebê e o peito é oferecido sempre que a criança der sinais de fome, ou vontade. Além de possibilitar certa “autonomia” para o bebê, também é um ato de doação.

Benefícios do leite materno para o bebê

Como vimos, os benefícios do leite materno para o bebê vão desde nutrir a criança com tudo o que ela precisa para um desenvolvimento saudável, até salvar a sua vida. Ele faz parte dos cuidados ao recém-nascido.

O leite materno é o alimento mais perfeito para as necessidades nutricionais do bebê, além de conter anticorpos que o protegem contra infecções e reduzem o risco de doenças crônicas futuras.

Em geral, o bebê suga diretamente do seio materno, mas em condições especiais pode recebê-lo de uma mamadeira, copinho ou colher.

Saiba mais aqui > Ordenha de leite materno: formas de colher e armazenar.

Proteção garantida

O bebê em aleitamento materno tem menor risco de desenvolver alergias, como à da proteína do leite de vaca, dermatite atópica, entre outras. Ele também está mais protegido contra infecções, como diarreias, infecções respiratórias, otites e meningites, pois recebe anticorpos e outros fatores de defesa.

Por não necessitar de preparação, o leite materno é mais prático e tem menor risco de contaminação, além de ser gratuito.

Redução de riscos

A longo prazo, o aleitamento materno reduz o risco de doenças crônicas como hipertensão arterial, obesidade, colesterol alto e diabetes e está associada a um melhor desenvolvimento cognitivo. Além disso, a prática fortalece o vínculo entre mãe e filho, transmite aconchego e proteção ao bebê.

Desenvolvimento

A amamentação também favorece o desenvolvimento da face, da fala, a regulação da respiração e previne problemas na dentição.

Vantagens do leite materno para a mãe

Com o corpo preparado para servir todos os nutrientes necessários ao bebê, a lactante se torna uma verdadeira fonte de vida. Ela tem em seus seios a ferramenta mais importante para desenvolver e proteger a criança: o leite materno.

Mas será que para as mamães, o ato de amamentar é tão proveitoso como para os bebês? Afinal, trata-se de uma tarefa, muitas vezes, exaustiva e de profunda doação.

Mães que amamentam voltam mais rapidamente ao peso anterior à gestação e têm menor sangramento após o parto. A longo prazo, amamentar protege a mulher contra doenças cardiovasculares como o infarto, reduz o risco de câncer de mama, ovário e endométrio, além de evitar a osteoporose.

Bem-estar e equilíbrio, saúde e como ter mais qualidade de vida são temas recorrentes aqui no Viver Bem. Aproveite para ler mais artigos sobre Maternidade, mães e bebês saudáveis. E lembre-se: a informação também salva vidas.

Equipe de Atenção à Saúde Unimed-BH
Conteúdo validado por Equipe de Atenção à Saúde Unimed-BH

Equipe responsável por prover conteúdos em soluções assistenciais para clientes, profissionais e prestadores da Unimed-BH, assim como para a sociedade como um todo.

Esse conteúdo foi útil para você?
Sim Não
×

Comentários