Estou com Covid, e agora? Cuidados e orientações após diagnóstico positivo

Prevenção e Controle

28/05/2021

O caminho de recuperação após o diagnóstico de Covid-19 pode ser repleto de dúvidas. Por isso, a Unimed-BH preparou um guia especial com os principais cuidados durante o período de isolamento domiciliar. Confira!

6 min de leitura

Compartilhar

Estou com Covid, e agora? Cuidados e orientações após diagnóstico positivo

Após mais de um ano desde o início da pandemia, já descobrimos muita coisa a respeito da Covid-19. Quais são os hábitos que devemos incorporar na rotina para nos proteger, o que é recomendado para evitar a propagação da doença e também o que não deve ser feito.

Após um longo esforço da comunidade científica, a vacinação contra a Covid-19 avança e, diariamente, milhares de pessoas são vacinadas no Brasil. Ainda assim, o número de casos da doença segue alarmante. Por isso, as medidas de proteção não devem ser deixadas de lado.

O mesmo vale quando o assunto são os cuidados pós-diagnóstico. Eles são decisivos para evitar a propagação e proporcionar uma boa recuperação da doença.

Se você testou positivo para a Covid-19 e não sabe o que fazer, não se preocupe.A Unimed-BH elencou os principais cuidados e orientações para esse momento.

Continue lendo, fique informado e não se esqueça: esses procedimentos são recomendados apenas para quem teve o diagnóstico confirmado por meio de exames.

Estou com suspeita de Covid-19; e agora?

Receber o diagnóstico da Covid-19 pode ser uma notícia assustadora para muitas pessoas. Esse temor é perfeitamente entendível, afinal, só o Brasil já presenciou mais de 400 mil óbitos em decorrência da doença. Apesar da angústia que pode surgir, é necessário e importante tomar diversas medidas. 

Algo que não se pode esquecer é que, antes de mais nada, na presença de sintomas da Covid-19, é fundamental realizar o teste para identificar se há a presença do vírus no organismo. Também é preciso adotar o isolamento social enquanto se aguarda o resultado.

Orientações após o diagnóstico de Covid-19

A primeira orientação do Ministério da Saúde para quem recebeu o resultado do exame de Covid Positivo é ficar em casa, em isolamento. Mas existem outras recomendações relevantes a serem adotadas. A seguir, você aprenderá um pouco mais sobre cada uma delas.

Como fazer o isolamento domiciliar?

Após o diagnóstico de Covid-19, é necessário adotar alguns cuidados para evitar que as outras pessoas da casa sejam contaminadas.

A mais importante delas é manter uma distância mínima de 1 metro dos demais moradores da casa e usar máscara cirúrgica o tempo todo.

Além disso, é necessário reservar um quarto para o isolamento, manter as janelas abertas para a circulação do ar, deixar a porta fechada durante todo o isolamento e limpar a maçaneta frequentemente com álcool 70% ou água sanitária.

Mesmo em casas com apenas um quarto, o isolamento domiciliar deve ser mantido: os demais moradores devem dormir na sala, longe do paciente infectado.

Quais itens precisam ser separados?

O lixo produzido pelo paciente contaminado precisa ser separado e descartado à parte do lixo comum. É aconselhável reservar uma lixeira de uso exclusivo para a pessoa infectada ou suspeita.

Toalhas de banho, garfos, facas, colheres, copos e outros objetos usados pelo paciente não devem ser compartilhados, assim como sofás e cadeiras.

Como higienizar o ambiente doméstico?

Após usar o banheiro, sempre lave as mãos com água e sabão e limpe o vaso, a pia e demais superfícies com álcool 70% ou água sanitária para desinfecção do ambiente.

Os móveis e as superfícies ao redor do paciente precisam ser limpos frequentemente ou com água sanitária com concentração de princípio de cloro ativo entre 2% e 2,5%, diluída na proporção de uma colher de sopa para cada litro de água, ou álcool 70%.

Principais recomendações de autocuidado

Além de prezar pela proteção do próximo e pelo cuidado com o ambiente doméstico, após o diagnóstico da Covid-19, é fundamental adotar medidas de autocuidado e seguir a recomendação médica. Somente um profissional poderá indicar o uso de medicamentos (antitérmicos e analgésicos) no intervalo ideal para o alívio de sintomas como dor e febre.

Mantenha uma alimentação balanceada de modo a auxiliar no fortalecimento do sistema imune e nos demais sistemas fisiológicos.

Consuma alimentos saudáveis, in natura e minimamente processados, como legumes, verduras, frutas, arroz, aveia, leguminosas, peixes, carnes, ovos, leite e oleaginosas (castanhas, nozes e amêndoas). Beba bastante líquido (sucos e água) e evite o consumo de bebidas alcoólicas.

Fazer repouso e dormir bem também é fundamental. O sono é importante para a manutenção do nosso corpo e auxilia no fortalecimento do sistema imunológico. Com o sono em dia e, caso se sinta bem, faça uma atividade física leve dentro de casa ou no quintal. Retorne de forma gradativa, respeitando o seu estado de saúde. 

Não se esqueça de cuidar da sua saúde mental. Aproveite da melhor maneira possível o seu tempo em casa, trabalhando de casa se puder, colocando a leitura em dia, exercitando-se ou dedicando-se aos seus hobbies. Alongamentos e meditação são ótimas sugestões.

Como tratar Covid positiva?

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. Mas seguir as recomendações médicas e de autocuidado pode auxiliar na recuperação.

Importante: tenha muito cuidado com quando for pesquisar sobre o tema na internet. Alguns sites não são confiáveis, pois publicam notícias de fontes duvidosas. Busque consumir conteúdos educativos, como este → Fake News e Covid: como lidar com a desinformação.

Dicas para avaliação dos sinais vitais

Algumas atitudes preventivas podem evitar o agravamento do quadro de saúde após o diagnóstico de Covid-19. Os sinais vitais, como temperatura corporal, frequência cardíaca, frequência respiratória e oximetria, são as medidas corporais básicas de um ser humano.

Esses indicadores auxiliam no diagnóstico inicial, no acompanhamento do quadro clínico e na tomada de decisões sobre o tratamento. Portanto, quando possível, faça a aferição dos dados vitais pelo menos duas vezes ao dia.

1. Temperatura

Utilize um termômetro para medir a temperatura corporal. O digital é o tipo mais comum e uma boa opção para ter em casa. Limpe-o bem com álcool 70% antes e depois de utilizá-lo e certifique-se de que a bateria não está fraca. 

Coloque o termômetro na axila e aguarde o alerta sonoro avisando que a temperatura já foi aferida. Considere febre a temperatura acima de 37,8ºC.

2. Oximetria

A oximetria é um teste não invasivo e indolor que mede o nível de oxigênio no sangue. Esse exame pode ser feito em casa com o uso de um oxímetro de pulso, sendo importante quando há suspeita de doenças que prejudicam ou interferem no funcionamento dos pulmões. 

Se possível, adquira o aparelho para melhor monitoramento da oxigenação sanguínea. Geralmente, a oximetria acima de 95% indica uma boa oxigenação do sangue. Entretanto, essa taxa pode variar de acordo com as condições de saúde individuais.

Uma taxa de oxigenação do sangue baixa pode sugerir a necessidade do uso de oxigênio e pode indicar um risco de vida caso não seja corrigida adequadamente.

Como aferir a oxigenação do sangue?

O oxímetro de pulso tem um sensor de luz que capta a quantidade de oxigênio que passa no sangue por baixo do local onde está sendo feito o exame e, em poucos segundos, indica o valor.

Esses sensores fazem medidas imediatas e regulares e são desenvolvidos para ser usados geralmente nos dedos das mãos ou dos pés.

Passo a passo:

  • Higienizar as mãos com água e sabão ou com álcool 70%.
  • Ligar o oxímetro: ele fará a calibração interna e as verificações. Aguardar o tempo de calibração para aferição.
  • Certificar-se de que a área onde será feita a aferição está limpa.
  • Remover o esmalte das unhas.
  • Posicionar o sensor com cuidado, preferencialmente no dedo indicador.
  • Certificar-se de que ele se adapta facilmente sem estar muito solto ou muito apertado. Aguardar para que o oxímetro detecte o pulso e calcule a saturação de oxigênio.
  • Ler os dados correspondentes na tela do visor e registrar.
  • Higienizar as mãos com água e sabão ou com álcool 70%.
  • Limpar o aparelho com álcool 70%.

Atenção aos detalhes

Alguns detalhes podem atrapalhar a leitura do aparelho ou mesmo mostrar um resultado “falso”. Por exemplo, o uso de esmalte escuro nas unhas, tremores, mãos frias e o mau posicionamento do oxímetro. 

A posição do corpo — deitado, em pé, caminhando — ou até mesmo o dedo escolhido para o teste podem trazer variações na medição. 

Além disso, nem todos os equipamentos disponíveis no mercado são capazes de fazer uma leitura eficaz. No Brasil, procure por aparelhos certificados pela Anvisa e pelo Inmetro.

Sinais de alerta

  • Febre persistente (acima de 37,8°C).
  • Saturação em ar ambiente menor ou igual a 94%.
  • Presença de cansaço, fadiga e falta de ar.

Se constatar alteração e for cliente Unimed-BH, clique para agendar uma consulta online.

E quanto aos outros moradores da casa?

Todos os outros moradores da casa devem usar máscara, preferencialmente cirúrgica.

Caso você tenha contato com um familiar suspeito ou confirmado de Covid-19, permaneça em isolamento domiciliar por 14 dias, mesmo que já tenha sido vacinado contra a doença. Caso outro familiar da casa também comece com os sintomas, ele deve reiniciar o isolamento por 10 dias.

Se os sintomas forem graves, como dificuldade para respirar, ele deve procurar orientação médica.

Conte com a Unimed-BH

A Unimed-BH facilita o esclarecimento de suas dúvidas e de seus familiares, tanto para quem testou positivo para a Covid-19 quanto para as pessoas próximas. Se você quer ficar por dentro de mais dicas e orientações após o diagnóstico, clique aqui e acesse o material gratuito que a Unimed-BH preparou para você.

Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.
Esse conteúdo foi útil para você?
Sim Não

    Nos ajude a melhorar nosso conteúdo!
    ×
    Obrigado! Sua opinião nos ajuda a fazer conteúdos cada vez melhores.

    Comentários

    error: © Copyright Unimed-BH 2021