Já foi imunizado? Veja as recomendações pós-vacina da Covid-19 

Prevenção e Controle

02/06/2021

Se você já tomou a vacina e não sabe o que isso muda na sua vida, este artigo é para você. Preparamos um tira-dúvidas para reforçar as orientações sobre os cuidados após a imunização.  

2 min de leitura

Compartilhar

Já foi imunizado? Veja as recomendações pós-vacina da Covid-19 

Mesmo com o processo de vacinação da população em andamento, as taxas de transmissão da Covid-19 continuam altas no Brasil. Há casos de pessoas que, mesmo após tomar as duas doses do imunizante, acabam sendo infectadas pela doença. 

Nenhuma vacina, até o momento, alcança o índice de 100% de eficácia, o que não significa que ela não funcione, mas, sim, que os cuidados devem continuar mesmo depois de a pessoa ser vacinada.

A seguir, veja as principais dúvidas que podem surgir após a imunização e as respectivas orientações. 

Vacinei, e agora? Tire suas dúvidas. 

Tomar a vacina contra a Covid-19 traz enorme alívio e nos deixa com a sensação de dever cumprido. Mas ainda é imprescindível continuar tomando os cuidados necessários.  

Após receber as doses, ainda há risco de contágio?  

Sim. Após a vacina, o nosso corpo demora cerca de 10 dias para criar os anticorpos necessários contra a doença. Além disso, a proteção só estará completa de 15 a 30 dias após a aplicação da segunda dose.   

É verdade que a chance de contágio é menor após as duas doses da vacina. No entanto, lembre-se de que os imunizantes não extinguem a possibilidade de transmissão por completo, mas evitam a incidência de sintomas graves e de morte. 

Se contaminado, posso transmitir o vírus? 

Não é certo que as pessoas imunizadas não possam transmitir a doença – especialmente com o surgimento de novas cepas do vírus, já que ainda não se sabe se as vacinas existentes são eficazes também contra as variantes.

Mesmo protegido contra o desenvolvimento de formas graves da Covid-19, você ainda pode ser infectado e, possivelmente, transmitir o vírus, embora as chances de que isso aconteça sejam menores. Na dúvida, evite o contato sem proteção com pessoas vulneráveis à doença e, portanto, mais suscetíveis ao surgimento de sintomas graves.

Por quanto tempo devo evitar aglomerações? 

Você pode ter se vacinado, mas ainda existem milhões de pessoas que não foram imunizadas. Devido aos baixos índices de vacinação, o vírus continua em circulação. Por isso, é necessário que os cuidados preventivos continuem sendo tomados até que a maior parte da população brasileira esteja vacinada. Isso inclui manter o distanciamento social, evitar aglomerações e higienização frequente das mãos.   

O uso da máscara ainda é necessário? 

Sim. Como vimos, ainda não há informações precisas sobre a eficácia das vacinas contra as novas variantes do vírus. O uso de máscara, mesmo que você esteja imunizado, segue sendo a principal recomendação para o enfrentamento da pandemia.  

A proteção da vacina é permanente? 

O assunto tem sido estudado pelos cientistas, mas ainda não há confirmação se a imunização contra a doença mantém sua eficácia a longo prazo ou se será necessário um reforço anual das doses, como ocorre com a vacina da gripe.  

Você já respondeu ao Quiz: mitos e verdades sobre a Covid? Se não, vale a pena conferir esse formato interativo e divertido para fixar melhor as recomendações. Teste agora. 

E, neste guia completo, abordamos todas as perguntas e respostas para completar seu aprendizado. Aproveite! → Vacina contra a Covid-19: respostas a dúvidas frequentes

Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.
Esse conteúdo foi útil para você?
Sim Não

    Nos ajude a melhorar nosso conteúdo!
    ×
    Obrigado! Sua opinião nos ajuda a fazer conteúdos cada vez melhores.

    Comentários

    error: © Copyright Unimed-BH 2021