Plano de parto: guia completo de elaboração

Maternidade

26/03/2021

O plano de parto é um documento essencial para garantir conforto e tranquilidade aos pais na hora do parto. Entenda tudo sobre ele e saiba como construí-lo.

3 min de leitura

Compartilhar

Plano de parto: guia completo de elaboração

Planejar a chegada de um novo membro para a família é motivo de grande alegria. Para que este momento seja marcado por boas memórias e tranquilidade, é necessário cuidado em cada detalhe.

Além do pré-natal – acompanhamento médico especializado nos cuidados com a mãe e o bebê durante a gestação –, o plano de parto é uma ferramenta importante para expressar as vontades da família no momento de dar à luz.

Mas, antes de construir o documento, é necessário conhecer um pouco mais sobre ele. Dessa forma, o plano se torna mais eficaz, claro e objetivo para todos os envolvidos no trabalho de parto.

O que é plano de parto?

Antes de mais nada, é preciso responder à seguinte pergunta: o que é plano de parto?

Trata-se de um documento escrito pela gestante ou pelo parceiro durante as consultas de pré-natal. Esse documento servirá como um guia para o trabalho de parto, com descrições do que seria ideal e sobre quais situações e condutas devem ser evitadas, se possível.

Para escrever o plano de parto, é preciso entender como ele acontece e quais são as opções existentes para trazer o bebê ao mundo. Por isso, a presença do obstetra responsável pelo pré-natal, bem como os demais componentes da sua equipe de assistência, é fundamental nesse processo.

O plano de parto é um documento recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma das medidas necessárias para garantir atendimento adequado às mães e aos recém-nascidos. Além disso, ele é garantido pela legislação brasileira.

Segundo as diretrizes de assistência ao pré-natal e parto, elaboradas pelo Ministério da Saúde, é dever do profissional de saúde ler e discutir o plano de parto durante as consultas, bem como justificar à futura mãe, verbalmente e por escrito, caso o parto seja conduzido fora do plano.

Como fazer um plano de parto?

Uma dúvida que pode surgir durante a gravidez é como fazer um plano de parto. Embora simples, esse é um documento fundamental para expressar os desejos da família durante um momento tão importante e torná-lo inesquecível, tranquilo e confortável. Também é nele que serão descritas as restrições e condutas não desejadas durante o parto. Por isso, se expressar de forma clara e objetiva é fundamental.

Para fazer um plano de parto completo, é recomendado conhecer os tipos de parto existentes, os procedimentos relacionados ao momento do nascimento do bebê e as abordagens utilizadas em casos de emergência.

Construir o plano de parto com o médico e a equipe responsável pelo pré-natal também é importante para tirar dúvidas e adequá-lo ao quadro clínico da gestante e às possíveis peculiaridades do bebê.

Modelo de plano de parto

Apesar de não existir regra ou método para sua produção, utilizar um modelo de plano de parto pode ajudar a futura mamãe a expressar seus desejos e restrições na hora de dar à luz. O ideal é que esse documento conte com direcionamentos do trabalho de parto, pós-parto e cuidados com o recém-nascido.

É importante lembrar que, embora o documento estabeleça um direcionamento à equipe médica, o parto pode tomar outros rumos. Dessa forma, talvez sejam necessários outros métodos para assegurar um procedimento adequado e a preservação da saúde da mãe e do bebê.

O que colocar no plano de parto

Um plano de parto deve ser claro, objetivo e resumir todas as informações sobre o momento de dar à luz. Preferências e desejos da família, restrições e condutas que os pais julgam inadequadas para o parto devem estar descritos no plano de parto.

Algumas informações que costumam entrar em um plano de parto:

  • Quem a gestante quer que a acompanhe durante o trabalho de parto.
  • Quais as posições desejadas durante o trabalho de parto e o nascimento do bebê.
  • Informações gerais sobre o ambiente – como iluminação, música, banheira – e outros detalhes importantes para a preparação do local para o nascimento do bebê.
  • Quais as medicações permitidas e proibidas para aliviar a dor, bem como técnicas de respiração, massagem e anestesia.
  • Informações sobre práticas religiosas ou culturais desejadas durante ou após o parto.
  • Como a gestante quer receber o seu bebê e se deseja amamentá-lo logo após o nascimento.
  • Informações gerais sobre condições e restrições médicas.

O plano de parto não é um roteiro a ser seguido à risca, pois o nascimento de um bebê é um processo natural, que pode contar com episódios fora do que foi planejado. Podem ocorrer situações durante o trabalho de parto que exijam da equipe médica condutas diferentes do esperado, mas essas mudanças só serão executadas se for o melhor para a saúde da mãe e do bebê.

Por isso, escolher um obstetra e uma equipe médica de confiança é fundamental. Junto com os novos pais, eles estarão abertos para discutir as melhores alternativas e guiar o parto da melhor maneira possível, assegurando a saúde do pequeno desde os seus primeiros momentos.

Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.
Esse conteúdo foi útil para você?
Sim Não
×
Obrigado! Sua opinião nos ajuda a fazer conteúdos cada vez melhores.

Comentários

error: © Copyright Unimed-BH 2021