Como se preparar para engravidar: avaliação médica, exames e suplementação

Maternidade

27/07/2021

A gravidez é uma decisão que implica em planejamento e muita organização. Saiba como se preparar para engravidar e quais são os passos mais importantes desta jornada!

5 min de leitura

Compartilhar

Como se preparar para engravidar: avaliação médica, exames e suplementação

Tudo que é organizado tem mais chances de fluir com tranquilidade, e quando o assunto é planejamento familiar, não é diferente. Ele pode fazer com que o sonho da gravidez se realize de maneira mais suave e segura.

Afinal, nos preparamos para tantas outras coisas, então, porque não fazer isso para um momento tão especial das nossas vidas?

É claro que nem sempre é possível fazer a preparação para engravidar. Muitas mulheres precisam lidar com uma gravidez não planejada, seja por falhas no método contraceptivo escolhido, riscos que não são evitados ou mesmo porque a gestação chegou alguns meses antes do esperado. Acredite: está tudo bem também, a falta de planejamento não é uma sentença de gravidez de risco.

Mas da mesma forma, existem mulheres que passam longos períodos se programando para vivenciar essa fase tão importante da vida. Pensando nisso, listamos aqui as principais dicas de como se preparar para engravidar, confira!

Como se preparar para engravidar: 6 passos importantes

A decisão de engravidar deve ser tomada, se possível, com organização. Isso porque quando nos planejamos, temos mais chances de uma gravidez de baixo risco e um bebê mais saudável.

É importante ter em mente que esse cuidado deve começar alguns meses antes da concepção.

Por outro lado, algumas das mudanças são muito mais simples do que se pode imaginar, e tem o objetivo de tornar o corpo, um ambiente mais saudável — benefício que te acompanhará por toda a vida, não somente na gravidez.

Descubra, em alguns passos, como se preparar para engravidar.

1. Agende uma consulta com o seu ginecologista

Se você está se preparando para engravidar, o primeiro passo do planejamento envolve uma consulta com o ginecologista.

Nesse atendimento, ele fará uma avaliação geral da sua saúde atual — peso, pressão arterial, frequência cardíaca e respiratória, exame ginecológico —, bem como uma análise completa tanto do histórico médico, quanto dos seus familiares próximos.

Isso tudo é feito com o intuito de reduzir os riscos e situações que podem ser evitadas, como: abortamento, malformações do feto, partos prematuros, riscos de transmissão de doenças ou complicações graves no bebê.

Outro ponto importante é a investigação de alguma condição de trabalho inadequada ou a exposição a elementos tóxicos que podem prejudicar a gestação de alguma maneira.

Também na consulta pré-concepcional, o ginecologista irá direcionar os próximos passos do planejamento da gravidez, reforçando a importância de manter hábitos saudáveis — alimentação, prática de exercícios, entre outros.

Agora, é dada a largada para preparar o corpo para a gravidez. Conheça um pouco mais sobre os pontos que devem ser abordados em uma consulta pré-concepcional:

Avaliação física e laboratorial

Prever doenças que podem afetar a gestação e o bebê é uma das partes mais importantes da preparação para engravidar. Para isso, o ginecologista realizará o exame físico geral e ginecológico.

Seu médico também poderá solicitar exames que darão uma visão mais completa do seu estado saúde:

  • Hemograma;
  • Glicemia;
  • Avaliação da função da tireoide;
  • Grupo sanguíneo e fator Rh;
  • Colesterol;
  • Triglicérides;
  • Exame de urina.

Além disso, é comum que entre os exames pré-concepcionais esteja uma investigação de doenças infecciosas, como Toxoplasmose e Rubéola, e algumas doenças sexualmente transmissíveis — como HIV, Sífilis, Hepatite B.

Doenças crônicas existentes

As doenças crônicas — hipertensão arterial, diabetes, obesidade, epilepsia, distúrbios da tireoide, depressão — também podem ter impacto na saúde da futura mamãe e do bebê.

Por isso, além de garantir que estejam bem controladas, o médico avaliará se as medicações de controle dessas condições são seguras para o bebê. Em alguns casos, será necessário que se faça um ajuste na dose ou substituição da medicação por outra que tenha uso liberado durante a gestação.

Vacinas

As gestantes possuem um calendário de imunização especial mas, da mesma forma que precisam tomar algumas doses específicas, algumas vacinas não podem ser aplicadas nesse período.

Portanto, é importante que a atualização do seu cartão seja orientada por um médico durante o período de preparação para engravidar.

Conheça o calendário aqui → Vacinação para gestantes: guia sobre a imunização de grávidas.

Suplementação

O ginecologista também fará a prescrição de ácido fólico para a prevenção de defeitos congênitos do tubo neural. Esse processo deve iniciar, idealmente, pelo menos 30 dias antes da concepção.

2. Faça uma visita ao dentista

Além do ginecologista, o dentista é um profissional que deve ser visitado quando a mulher está se preparando para engravidar. Fazer uma avaliação odontológica para saber como anda a saúde da sua boca é essencial para uma gestação saudável.

Além disso, é importante que todos os tratamentos dentários estejam em dia antes de engravidar, afinal, muitos deles não podem ser realizados ou devem ser evitados durante a gravidez.

3. Capriche em uma alimentação saudável

Se você está se preparando, é muito importante, mesmo antes da gestação, adotar uma alimentação saudável. Isso porque a obesidade e o sobrepeso aumentam o risco de complicações como diabetes gestacional, hipertensão e pré-eclâmpsia.

Também é por meio da alimentação que vários nutrientes essenciais para a gestação de um bebê saudável são fornecidos. Em resumo, seu bebê é o que você come!

Sabendo disso, quais as recomendações para um peso saudável antes de engravidar?

  • Aumentar o consumo de verduras, frutas e hortaliças;
  • Beber bastante água;
  • Evitar gorduras trans, doces e alimentos processados;
  • Evitar o consumo de café ou outros alimentos que contenham cafeína, pois eles prejudicam a absorção de Ferro e Cálcio;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

4. Faça atividade física regular

A interrupção do sedentarismo também é uma etapa importante da preparação para a gravidez. Se você não pratica atividade física, o ideal é que inicie 6 meses antes de engravidar, pois isso trará inúmeros benefícios para sua saúde e para a saúde da gestação.

Os exercícios, além de ajudar no controle do peso, no condicionamento cardiovascular e no fortalecimento da musculatura, reduzem o risco de diabetes gestacional, pré-eclâmpsia, hipertensão gestacional e depressão.

5. Observe seu período fértil

Acompanhar seu ciclo menstrual e entender a frequência e duração com que ele acontece é fundamental para encontrar o seu período fértil e conseguir engravidar. E por falar nisso, você pode se aprofundar nesse tema aqui → Período fértil: saiba o que é e como calcular.

6. Envolva seu parceiro nesse processo

Quem pensa que a saúde da mulher deve ser a única preocupação no período pré-concepcional, se engana. O futuro papai também deverá fazer uma avaliação da saúde e manter-se em forma e o mais saudável possível para esse momento.

A investigação de saúde do pai também deve incluir uma pesquisa de doenças sexualmente transmissíveis, como HIV e sífilis. Afinal, a genética e saúde do bebê não vem só da mamãe, não é mesmo?

Dica extra: de olho na carência do plano de saúde

Se você está planejando engravidar e possui plano de saúde, é importante se atentar aos prazos de carência para consultas, exames, internações e o parto, propriamente dito. É fundamental verificar se eles estão de acordo com o seu planejamento, para evitar surpresas.

Tudo para uma gestação tranquila

A gestação é um período cheio de descobertas e novidades, mas com a preparação e planejamento corretos, essa fase pode ser muito mais tranquila.

Se você acredita que chegou o momento de gerar uma nova vida e encarar a maternidade ou paternidade, invista nos cuidados com sua saúde e aproveite o momento para descobrir e redescobrir seu corpo e suas condições.

E se você já começou a se preparar para engravidar, não pode perder os conteúdos da nossa seção de maternidade no Viver Bem. Leia mais sobre todas as etapas da gestação, desde a pré-concepção até os cuidados com o bebê!

Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.
Esse conteúdo foi útil para você?
Sim Não
×
Obrigado! Sua opinião nos ajuda a fazer conteúdos cada vez melhores.

Comentários

error: © Copyright Unimed-BH 2021