Alimentação pós-cirurgia bariátrica: 5 dicas importantes

Prevenção e Controle

01/03/2021

Não é só na recuperação da cirurgia bariátrica que a alimentação faz a diferença, esse cuidado é importante para o resto da vida. Mas aqui vão cinco dicas importantes para mudar o estilo de vida após o procedimento.

3 min de leitura

Compartilhar

Alimentação pós-cirurgia bariátrica: 5 dicas importantes

A alimentação pós-cirurgia bariátrica é um grande desafio para os pacientes que se submetem ao procedimento. É um momento de restrições, proibições e cuidados contínuos, que precisam ser seguidos à risca para que a famosa “redução de estômago” seja um sucesso a médio e longo prazos.

Pacientes que se submetem a essa intervenção têm como objetivo uma grande perda de peso, mas passar pela cirurgia não garante 100% de eficácia: a alimentação pós-bariátrica é determinante para os resultados. Além de aumentar as chances de complicações depois da cirurgia, não seguir a dieta pós-bariátrica pode fazer com que o quadro de obesidade continue mesmo depois do procedimento.

Para não correr qualquer um desses riscos, o acompanhamento com nutricionista ou nutrólogo especializados em cirurgia bariátrica é fundamental, assim como com uma equipe médica multidisciplinar, que estará pronta para atuar em qualquer necessidade que possa surgir.

Mas fique de olho: a alimentação pós-bariátrica é fundamental para que você obtenha resultados positivos. Esse cuidado, entretanto, não se resume apenas às três primeiras fases da progressão alimentar. São novos hábitos, que devem ser adquiridos e levados durante toda a vida!

Alimentação pós-bariátrica

As orientações de alimentação pós-bariátrica levam em consideração o tempo de pós-operatório. A dieta prescrita pelo nutricionista ou pelo nutrólogo responsável pelo acompanhamento do paciente se divide em três fases: a primeira delas é a dieta líquida, quando só são permitidos alimentos como leites magros, caldos leves e gelatina sem açúcar; a segunda, quando começa a introdução de shakes proteicos e claras de ovo, é a dieta pastosa; e a terceira é a reintrodução alimentar, fase em que carnes magras e vegetais começam a ser incluídos na rotina alimentar.

Após completar as três fases da alimentação pós-bariátrica, os demais alimentos já podem ser reintroduzidos na alimentação, mas a atenção permanece. Eles devem ser incluídos aos poucos, sempre em pequenas porções, e a mastigação deve ser lenta, para triturar os alimentos corretamente.

É importante dar preferência para alimentos ricos em fibra, como frutas e vegetais, e comer proteínas (carne, ovos e peixe) sempre antes dos demais alimentos. A hidratação é de extrema importância durante a alimentação pós-cirurgia bariátrica, mas a ingestão de líquidos, seja água seja suco, não pode acontecer durante as refeições, apenas 30 minutos depois.

Por outro lado, é importante evitar alguns tipos de alimento que podem contribuir para uma recuperação mais lenta e causar complicações, mesmo na fase do pós-operatório:

  • alimentos ricos em açúcar como doces e refrigerantes;
  • alimentos ultraprocessados;
  • álcool, em geral;
  • arroz, pão e massas, por seu alto teor de carboidratos;
  • alimentos gordurosos;
  • comidas apimentadas ou com excesso de temperos e sal;

5 dicas de alimentação saudável para manter após a cirurgia

Para evitar complicações e garantir resultados, a alimentação pós-bariátrica deve levar em consideração as restrições e orientações passadas pelo nutricionista ou pelo nutrólogo responsável pelo acompanhamento do paciente. Mas, mesmo depois de passar pelas três fases da progressão alimentar, uma dieta regrada e hábitos saudáveis são necessários para a manutenção do bem-estar e do peso pelo resto da vida.

A cirurgia bariátrica é apenas o primeiro passo para uma mudança de estilo de vida completa, e existem algumas dicas que podem ajudar nessa nova fase da vida:

  1. Escolha uma alimentação saudável: frutas, legumes, hortaliças, leite e derivados e carnes magras são a base da alimentação pós-bariátrica. Carnes vermelhas devem ser consumidas no máximo duas vezes por semana.
  2. Sirva pequenas porções: comer devagar e em porções menores por refeição é o ideal. O mais importante é não ultrapassar o limite do organismo, que passou por mudanças devido à cirurgia bariátrica.
  3. Aproveite todas as refeições: comer com calma e atenção não é apenas mastigar devagar. É aproveitar o sabor do alimento e o momento da refeição.
  4. Evite “lanchinhos” em horários aleatórios: além de normalmente serem gordurosos e terem baixo valor nutricional, aperitivos e snacks fora das refeições atrapalham o organismo nas verdadeiras refeições e na perda de peso.
  5. “Escute” o seu estômago: desvincular a emoção do comer é fundamental para a perda de peso, afinal, você passa a se alimentar de forma mais consciente, apenas quando estiver com fome e respeitando as quantidades ideais e os alimentos saudáveis.

A alimentação pós-bariátrica é determinante para que você obtenha resultados positivos ou negativos. Com acompanhamento nutricional adequado, disciplina e atenção, o objetivo de perda de peso será atingido, proporcionando-lhe mais qualidade de vida e bem-estar a médio e longo prazos.

Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.
Esse conteúdo foi útil para você?
Sim Não

    Nos ajude a melhorar nosso conteúdo!
    ×
    Obrigado! Sua opinião nos ajuda a fazer conteúdos cada vez melhores.

    Comentários

    error: © Copyright Unimed-BH 2021