Cuidados com bebê recém-nascido: atenção aos ambientes da sua casa

Maternidade

28/04/2021

O cuidado com o bebê recém-nascido é fundamental. Confira algumas dicas de como proteger o seu bebê no ambiente doméstico.

5 min de leitura

Compartilhar

Cuidados com bebê recém-nascido: atenção aos ambientes da sua casa

É de suma importância cuidar e proteger as crianças durante os primeiros meses de vida. Nesse período, elas têm o primeiro contato com o mundo real; quando afloram as curiosidades e os medos. Por isso, já falamos sobre os principais cuidados com o RN. Agora, vamos pontuar cuidados com bebê recém-nascido no ambiente de casa.

Certamente, para que o processo seja o mais saudável possível, a supervisão de um adulto é fundamental. Em geral, as crianças são uma fonte infinita de energia e curiosidade, mas o senso de  perigo  não se desenvolve até que elas amadureçam e tenham experiência.

Por passarem muito tempo em casa, os recém-nascidos estão expostos a riscos e sujeitos a acidentes que podem ser evitados. Tendo em vista que o ambiente doméstico deve ser um lugar onde a família precisa de liberdade para circular e se desenvolver de forma segura, trouxemos algumas dicas de cuidados com o recém-nascido.

Como cuidar do bebê nos primeiros dias de vida?

Independentemente do tamanho da casa, sabemos que o desejo de proteger e assegurar cuidados com bebê recém-nascido ultrapassa as medidas de qualquer ambiente.

Por isso, a Unimed-BH vai dar um passeio pelos cômodos do seu lar, alertando sobre as precauções que cada um deles exige: prepare-se para conferir esse checklist valioso e aprender como cuidar do bebê nos primeiros dias de vida:

1. Quarto do bebê

O quarto da criança deve ser um ambiente de conforto, descanso, aconchego e, é claro, segurança. Por isso, é preciso que os pais se atentem aos cuidados com bebê recém-nascido, e cumpram as seguintes recomendações:

  • Inserir grades de segurança nas laterais da cama. Isso impede uma possível queda. Se possível, essa grade deve ocupar toda a extensão lateral do móvel.
  • Fixar na parede móveis que apresentam risco de tombamento – como cômodas e armários.
  • Oferecer brinquedos conforme a idade recomendada e a aptidão da criança, evitando a presença de peças que possam ser engolidas ou aspiradas.
  • Adicionar à rotina uma fiscalização nos brinquedos para examinar se as peças não oferecem perigo aos pequenos.
  • Apostar em caixas para armazenar os brinquedos que costumam ficar no meio do caminho. A organização pode evitar acidentes.
  • Tomar cuidado com as quinas. Prefira móveis com quinas arredondadas ou use protetor caso sejam afiadas.
  • Utilizar tapetes antiderrapantes para evitar acidentes. 

Se você está grávida, e já pensando em montar o quartinho e adaptar sua casa, aproveite e leia também um conteúdo relevante para este momento → A importância do pré-natal para a saúde da mãe e do bebê.

2. Sala

A sala é onde seu filhote logo vai poder engatinhar, brincar, ouvir e assistir TV e se distrair bastante. Por isso, os cuidados com os bebês precisam ser redobrados nesse recinto.

  • Pisos escorregadios e tapetes oferecem risco de quedas. O ideal é colocar antiderrapante nos tapetes ou retirá-los do ambiente.
  • Tenha atenção à iluminação: ambientes bem iluminados  podem prevenir acidentes domésticos.
  • É muito comum as crianças colocarem o dedo ou objetos pontiagudos na  tomada.  Por isso, os protetores de tomada contra choques elétricos são imprescindíveis. Eles devem ser resistentes e difíceis de ser retirados pelos pequenos.
  • Não deixe fios de aparelhos elétricos e eletrônicos à vista (ventilador, abajur, televisor, computador) para que a criança não mexa, não tropece nem se enrosque.
  • Portinholas impedem que as crianças entrem em áreas perigosas ou caiam de escadas, portanto utilize-as tanto no topo das escadas quanto na entrada de tais áreas.

3. Banheiro

Papais e mamães sabem muito bem que as crianças precisam usar o banheiro o tempo todo. Esse cômodo, é claro, precisa estar em perfeitas condições para os pequenos.

  • Mantenha a tampa da privada sempre fechada, se possível lacrada com algum dispositivo de segurança.
  • Sempre supervisione a criança quando ela estiver na banheira e não a deixe sozinha jamais, para que não corra risco de afogamento.
  • Guarde utensílios afiados e cortantes, como aparelhos de barbear e tesouras, fora do alcance das crianças;
  • Tranque o armário de medicamentos para que as crianças não tenham acesso a eles.

Por falar em medicamentos e outros produtos químicos, conheça aqui → O que é intoxicação exógena e como proteger as crianças.

4. Cozinha

Você sabia a cozinha é o ambiente que mais oferece situações de risco? Por isso, os cuidados com bebê recém-nascido devem ser ainda mais redobrados, já que nesse local há fogo, vidro e faca.

→ Fogão: ao cozinhar, dê preferência às bocas de trás e vire o cabo das panelas para dentro do fogão.
→ Com fogo não se brinca: fósforos, isqueiros e álcool devem ser mantidos fora do alcance das crianças.
→ Guarde objetos cortantes e perfurantes em gavetas com travas.
→ Guarde louças em armários mais altos.
→ Cuidado com as comidas e as bebidas quentes: muitas crianças atendidas em hospitais são vítimas de queimaduras.
→ Mantenha o lixo fechado com tampa e em local de difícil acesso para a criança.

5. Lavanderia e área de serviço

Precisamos lembrar dos pequenos até na hora de lavar e passar a roupa. A lavanderia e a área de serviço precisam ser locais seguros para os bebês. Foque nas próximas sugestões.

  • Lembre-se sempre de esvaziar baldes e bacias após o uso, guardando-os fora do alcance de crianças e virados para baixo.
  • Mantenha produtos de limpeza longe do alcance das crianças. Além disso, mantenha-os na embalagem de origem.
  • Nunca coloque produtos ou substâncias químicas em garrafas de refrigerante, potes de margarina, de geleia e outros recipientes de alimentos, pois isso pode acabar confundindo os pequenos.

6. Garagem

Sua casa precisa ser um local agradável para a criança, mas lembre-se: garagem não é lugar de brincar. Quando estiver manobrando seu veículo, confira sempre se não tem nenhuma criança próximo ao carro.

Ah, e não se esqueça de trancar o carro, inclusive o porta-malas, e de guardar as chaves e o controle da garagem fora do alcance das crianças.

7. Piscina

Nadar com o bebê é divertidíssimo. Mas, na piscina, os cuidados com o bebê recém-nascido precisam ser triplicados. Sobretudo para aqueles que já estão engatinhando ou iniciando os primeiros passinhos e querem explorar toda a casa, inclusive as áreas externas. Por isso, a atenção deve ser redobrada.

– Sempre que estiverem na piscina, crianças de qualquer idade precisam ser supervisionadas.
– Piscinas infantis devem ser esvaziadas após o uso e guardadas fora do alcance das crianças.
– O  colete salva-vidas  é um item de segurança fundamental que deve sempre ser utilizado em tamanho apropriado para a criança.

Cuidados com o RN: outros fatores importantes

As crianças fumantes passivas apresentam uma grande chance de contrair problemas respiratórios (bronquite, pneumonia, bronquiolite). É, portanto, fundamental que os adultos não fumem próximo às crianças, especialmente as de pouca idade, que são mais vulneráveis aos efeitos da exposição à  poluição do cigarro.

Crianças amam animais de estimação. Então, se for uma opção da família, o cuidado com a saúde dos pets é também zelar pela saúde da criança. Por isso, mantenha seu animalzinho com as vacinas e os remédios em dia.

As alergias e os problemas respiratórios são mais comuns na infância.

Entre os cuidados com o RN, contratar a sanitização de ambientes  para combater mofo, fungos, vírus, bactérias e a proliferação de ácaros, que podem afetar bastante a vida do bebê.

Os cuidados com o bebê recém-nascido precisam ser tratados como prioridade pelos papais e independem de quantos dias o pequeno tem de vida. Para isso, se antecipe e elabore um ambiente doméstico seguro, saudável e divertido desde já.

Aprenda mais sobre a saúde dos pequenos → Você conhece os marcos do desenvolvimento infantil?

Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.
Esse conteúdo foi útil para você?
Sim Não
×
Obrigado! Sua opinião nos ajuda a fazer conteúdos cada vez melhores.

Comentários

error: © Copyright Unimed-BH 2021