Saúde dental da grávida: quais são os principais cuidados? 

Maternidade

11/02/2021

Assim como o pré-natal, o acompanhamento odontológico é essencial não somente para a saúde dental da grávida, mas também para o bebê

3 min de leitura

Compartilhar

Saúde dental da grávida: quais são os principais cuidados? 

A gestação é um momento repleto de mudanças e descobertas no corpo e na vida da mulher. Trata-se de um acontecimento fisiológico com alterações orgânicas naturais. Por isso, o acompanhamento médico preventivo é essencial para promover não somente a saúde geral, mas também a saúde dental da grávida.

Para a gestante, o acompanhamento com um dentista é tão importante quanto o pré-natal. Afinal, a saúde bucal da mulher está intimamente ligada ao seu quadro de saúde geral e, consequentemente, impacta, positiva ou negativamente, o estado de saúde geral e bucal do bebê. Por isso, profissionais da odontologia devem trabalhar de forma integrada com a equipe responsável pelo atendimento da gestante.

Dentista para gestante: qual é o seu papel?

Assim como o pré-natal, o acompanhamento do dentista para gestante tem objetivo preventivo, ou seja, visa evitar que as mudanças hormonais da grávida influenciem no surgimento de casos de doença periodontal (doença gengival) e cárie dentária, por exemplo.

Protocolo de atendimento odontológico à gestante

No protocolo de atendimento odontológico à gestante, ou seja, de promoção à saúde dental da grávida, antes de mais nada, o profissional de odonto deve realizar uma avaliação geral da saúde dental da mulher. A realização de procedimentos deve levar em consideração o período gestacional da mulher. As intervenções são indicadas apenas no segundo trimestre de gravidez.

1º trimestre

Essa é a fase em que ocorrem as primeiras e principais transformações do bebê. Por isso, é a menos indicada para a realização de procedimentos odontológicos. É indicado, nesse momento, aconselhamento e orientações básicas sobre saúde dental, higiene e controle de placa bacteriana. Também não é aconselhada a realização de tomadas radiográficas.

2º trimestre

Período mais indicado para a realização de procedimentos odontológicos essenciais, como adequação do meio bucal e intervenções clínicas de urgência. Nesse caso, é importante seguir as indicações gerais de procedimentos em gestantes, sempre se atentando ao conforto da mulher.

3º trimestre

O terceiro trimestre é o momento em que há maior desconforto na gestante, além do risco de hipertensão, anemia e síncope. Por isso, não é recomendado realizar tratamentos odontológicos rotineiros nessa fase da gravidez.

Gestante com dor de dente: cuidados principais

Apesar de não ser incomum a queixa de dor de dente na gestação, esta é uma das grandes preocupações dos profissionais da odontologia. Casos de urgência devem ser atendidos com o objetivo de aliviar incômodos e promover a saúde dental da grávida, com atenção especial ao período gestacional e seguindo os cuidados indicados para cada uma das fases.

Gestante pode extrair dente?

Não existe contraindicação para a realização de exodontias ou cirurgias durante a gestação, mas, se possível, o aconselhamento mais indicado é adiar a realização de qualquer procedimento para após a gravidez. Em caso de extrações durante a gestação, é indicado agendar a realização do procedimento para o segundo trimestre.

Grávida pode tomar anestesia no dente?

Essa é uma questão bastante frequente. Algumas medicações, como a tetraciclina, trazem efeitos colaterais para a mãe e para o bebê. Por isso, o uso de medicações e anestesias, de modo geral, deve ser orientado pelo médico acompanhante da gestante.

Higiene bucal na gestação

Além do acompanhamento e dos cuidados que o dentista da gestante deve ter em cada trimestre da gestação, a higiene oral é uma das melhores formas de prevenção de doenças dentais.

Pequenos hábitos de higiene bucal na gestação são simples e eficazes – se praticados diariamente – para garantir maior conforto à mãe e, em alguns casos, permitir que tratamentos dentários sejam adiados para após o parto.

Alguns deles:

  • Escovar os dentes e usar fio dental de duas a três vezes ao dia.
  • Trocar a escova de dentes a cada trimestre da gestação.
  • Utilizar creme dental com flúor.
  • Em caso de uso do enxaguante bucal, optar por produtos que não utilizem álcool na composição.
  • Entre as refeições, mastigar goma de mascar com xilitol na composição. Ela ajuda a reduzir a incidência das bactérias que causam cárie dentária.
  • Em caso de refluxo ou vômito, utilizar, em seguida, solução de bicarbonato de sódio ou enxaguante bucal com flúor na composição. Eles neutralizam ácidos gástricos e, consequentemente, ajudam a evitar a erosão dentária.

Por meio do acompanhamento e das principais orientações e cuidados, futuras mães garantem para si e para seus filhos conforto e manutenção da saúde bucal durante os 9 meses da gestação.

Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.

Comentários