Leite materno ou fórmula? Entenda as diferenças e características deles

Parto Adequado

05/07/2021

Descubra quais os tipos de fórmula infantil existentes e quando devem ser utilizadas.

4 min de leitura

Compartilhar

Leite materno ou fórmula? Entenda as diferenças e características deles

O leite materno é, sem dúvida, o melhor alimento para o bebê. Ele tem os nutrientes em quantidade e qualidade ideais, além de ser gratuito, na temperatura certa e de fácil digestão, sendo o único que possui anticorpos e células de defesa que protegem o bebê.

Entretanto, quando a amamentação não é possível, o uso de uma fórmula láctea infantil apropriada, é recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria. A fórmula deve ser escolhida de acordo com a orientação médica, pelo menos no primeiro ano de vida.

Continue lendo para se informar sobre as opções disponíveis e quais são os casos onde ela deve ser utilizada.

O que são fórmulas infantis?

As fórmulas infantis são compostos normalmente produzidos a partir de outro leite — mais frequentemente, o leite de vaca — e modificados com o acréscimo e retirada de nutrientes, considerando as necessidades do bebê.

Por mais que sejam indicados, não se equiparam ao leite humano quanto à qualidade e segurança: não protegem o bebê contra infecções, possuem maior risco de desencadear alergias de pele, pulmão, nariz e intestino, devido à necessidade de manipulação.

Conhecendo as fórmulas infantis

Antes de falar sobre os tipos de fórmulas infantis, é importante entender a diferença entre fórmula infantil, composto lácteo e leite em pó:

Fórmula infantil

As fórmulas infantis são elaboradas para suprir as necessidades nutricionais do bebê, se aproximando o máximo possível da composição do leite materno. São regulamentadas pela Anvisa, por isso seguem uma série de exigências e pré-requisitos, como ausência de corantes, de glúten e presença de uma faixa determinada para cada produto.

Composto lácteo

O composto lácteo não é um leite. É uma mistura com, no mínimo, 51% de leite e outros ingredientes que podem ser lácteos ou não. Em sua composição podem conter corantes e aditivos. Também podem ser acrescentadas vitaminas e sais minerais. Não pode ser utilizado em substituição ao leite materno.

Leite em pó

O leite em pó é o leite do qual se retira a água. Então ele é composto por 100% de ingredientes lácteos. Pode ser acrescentado por vitaminas e sais minerais e também não pode ser utilizado em substituição ao leite materno.

Tipos de fórmula infantil

Sabendo que a fórmula infantil é o único alimento — além do leite materno — que pode ser oferecido a bebês, é importante entender também, todos os tipos existentes.

  • Fórmulas de partida: é indicada para bebês desde o nascimento até os 6 meses de vida, pois, é produzida considerando as necessidades dessa faixa etária.
  • Fórmulas de seguimento: elaboradas para bebês a partir de 6 meses de vida, complementando a alimentação, que já inclui alimentos sólidos.
  • Fórmulas anti-refluxo ou AR: são similares às fórmulas de partida, porém, contêm substâncias que tornam o leite mais espesso quando este entra em contato com a acidez estomacal, reduzindo o refluxo.
  • Fórmulas sem lactose: indicadas para bebês com sintomas de intolerância à lactose, e só devem ser introduzidas após avaliação e indicação médicas.
  • Fórmulas à base de soja: são fórmulas feitas a partir da proteína da soja. Elas são enriquecidas com os demais nutrientes necessários ao bebê e podem ser indicadas para os pequenos com alergia à proteína do leite de vaca.

É importante que a fórmula seja introduzida apenas após avaliação médica, já que o bebê com um quadro de alergia à proteína do leite de vaca, pode também apresentar reação à proteína da soja.

  • Fórmulas hipoalergênicas ou HA: possuem proteínas do leite de vaca parcialmente hidrolisadas em sua composição. Podem ser indicadas para bebês com histórico familiar de alergia ao leite de vaca.
  • Fórmulas extensamente hidrolisadas: compostas predominantemente por peptídeos provenientes da quebra das proteínas do leite de vaca. Indicadas para bebês com quadros específicos, entre eles a alergia, quadros de má absorção intestinal, entre outros.
  • Fórmulas totalmente hidrolisadas: são as únicas totalmente não alergênicas. Nestas fórmulas a proteína encontra-se sob a forma de aminoácidos. Podem ser necessárias em quadros de alergia ao componente, que não respondem bem a outros tratamentos, doenças intestinais que cursam com má absorção, entre outras.

Atenção: as fórmulas extensa ou totalmente hidrolisadas não devem, em hipótese alguma, ser utilizadas sem prescrição médica.

Quando a fórmula é necessária?

A fórmula infantil pode ser indicada de forma exclusiva ou complementar à amamentação.

A substituição da amamentação pelo uso da fórmula infantil é indicada quando o bebê é portador de alguma doença metabólica rara como galactosemia, fenilcetonúria e doença do xarope de bordo.

Já a complementação da amamentação com fórmulas infantis é feita quando o bebê apresenta ganho de peso inadequado — e isso pode acontecer por diversas causas, inclusive devido a infecções.

Existem também, indicações devido a condições relacionadas à mãe, como lesões de herpes na mama, doenças como sepse e a presença do vírus HIV.

O uso de algumas medicações como quimioterapia e iodo radioativo também pode levar à contraindicação da amamentação, bem como substâncias ilícitas como nicotina, álcool, ecstasy, anfetaminas, cocaína e maconha.

Caso a mãe não consiga ou opte por não suspender o uso dessas substâncias, deve buscar aconselhamento com um médico, considerando suas circunstâncias individuais.

Em qualquer um dos casos, a fórmula infantil deverá ser introduzida apenas com a indicação e o acompanhamento médico — somente ele poderá avaliar a melhor fórmula, quantidade, intervalo entre mamadas e outros pontos da rotina alimentar do bebê.

Tire suas dúvidas com a Unimed-BH

A fórmula infantil é apenas uma das dúvidas que vem com a maternidade. Amamentação, cuidados com o recém-nascido também são temas que geram perguntas até mesmo na cabeça de mamães que já passaram por isso.

Pensando nisso, a Unimed-BH tem uma série de conteúdos exclusivos para ajudar você a passar por essa fase. Acesse nossa página sobre maternidade e confira!

 

Ao iniciar a amamentação, dúvidas sobre o uso da fórmula infantil são recorrentes, entre tantas outras questões sobre o tema. Pensando nisso, a Unimed-BH elaborou um conteúdo completo com orientações sobre o assunto.

Confira o e-book Aleitamento Materno – Dicas e orientações para mães e cuidados com o bebê e tire todas as dúvidas sobre um aleitamento saudável.
Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.
Esse conteúdo foi útil para você?
Sim Não
×
Obrigado! Sua opinião nos ajuda a fazer conteúdos cada vez melhores.

Comentários

error: © Copyright Unimed-BH 2021