Enfermaria ou apartamento, como escolher?

Unimed-BH

10/03/2021

Saiba as diferenças entre as duas opções de acomodação e entenda qual é a melhor escolha para o seu plano.

5 min de leitura

Compartilhar

Enfermaria ou apartamento, como escolher?

Escolher entre enfermaria ou apartamento é um dilema comum na hora de contratar um plano de saúde. Enquanto a acomodação em apartamento é mais confortável, optar pela enfermaria pode fazer uma diferença significativa no valor do plano, deixando-o mais acessível.

Para poder fazer a escolha certa, neste artigo destacamos as características de cada acomodação, como funcionam e o que justifica a contratação de uma ou outra. Se você tem dúvidas sobre apartamento ou enfermaria em plano de saúde, solucione-as nos próximos parágrafos. Boa leitura!

Tipos de acomodação hospitalar

Ficar internado em um hospital é algo que ninguém quer, mas pode acabar precisando. Seja para o tratamento de uma doença grave seja para a recuperação de uma cirurgia, pode ser necessário passar alguns dias em uma instituição de saúde, conforme os tipos de acomodação hospitalar oferecidos ao paciente.

Quando o estado de saúde do enfermo é grave e requer monitoramento ininterrupto, muito provavelmente ele será alocado a uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou Centro de Terapia Intensiva (CTI).

Nessa modalidade, os pacientes são acompanhados por uma equipe de intensivistas 24 horas por dia, com monitoramento de sinais vitais o tempo todo e equipamentos de suporte à vida facilmente disponíveis.

Praticamente todos os planos de saúde cobrem a internação em CTIs e UTIs. Mas, apesar da atenção médica total, ninguém deseja ficar internado mais tempo que o necessário. Sobretudo nesse tipo de unidade, potencialmente estressante, relativamente desconfortável, sem acompanhante e com restrições para visitas. Além disso, leitos de UTI/CTI são destinados a casos graves e quase sempre enfrentam alta demanda.

Os pacientes que recebem alta da UTI/CTI normalmente não vão direto para casa: são encaminhados para observação e recuperação em uma nova acomodação dentro da própria instituição de saúde. Já aqueles que não precisam passar pela UTI/CTI são internados em enfermarias ou apartamentos.

Diferentemente da internação em leitos de terapia intensiva, em que a pessoa não tem muita escolha, nos outros casos o paciente tem o poder de decisão entre enfermaria e apartamento de acordo com a contratação do plano de saúde. Neste artigo, você vai poder entender melhor como cada espaço funciona.

Acomodação em enfermaria

A enfermaria é uma acomodação coletiva, em que dois ou mais pacientes ficam internados em um mesmo ambiente. Detalhes como o número de pacientes por enfermaria e o nível de privacidade de cada paciente variam de acordo com o hospital.

Além disso, algumas instituições oferecem mais de um tipo de enfermaria, com pequenas diferenças de conforto entre elas. Por ser um cômodo compartilhado, a enfermaria pode ter restrições maiores em relação a acompanhantes e visitas.

Normalmente, a regra é que apenas pacientes menores de 18 anos e maiores de 65 anos têm direito ao acompanhante, que fica em uma cadeira simples ao lado do leito do paciente. Mas existem exceções nos dois extremos: enfermarias que não aceitam acompanhantes de maneira alguma e outras que os permitem para qualquer paciente.

Na enfermaria, o horário de visitas é mais flexível que nas CTIs/UTIs, mas só se admite um visitante por paciente por vez, salvo raríssimas exceções.

É sempre importante consultar essas regras com o plano de saúde e também com a instituição em que o paciente será atendido para evitar surpresas e mal-entendidos.

No geral, a principal vantagem da enfermaria é o custo: quem tem algum tipo de plano paga menos quando escolhe a opção de enfermaria. Para quem está internado sem planos e precisa pagar do próprio bolso, a diferença é maior ainda.

Acomodação em apartamento

Enquanto a enfermaria é coletiva, o apartamento é uma acomodação individual. No quarto, o paciente tem mais privacidade e mais conforto, muitas vezes contando com itens como ar-condicionado, frigobar e TV. O banheiro também é privativo e utilizado apenas pelo paciente e por seu acompanhante.

Um grande diferencial do apartamento é a política de acompanhantes. Quase sempre é permitido pelo menos um acompanhante, que pode ser de qualquer gênero — em muitas enfermarias, só é autorizada a entrada de acompanhantes do mesmo gênero do paciente.

Em relação às visitas, os horários podem ser os mesmos da enfermaria, mas, em algumas instituições, eles podem ser mais amplos para quem está nos quartos. Além disso, a tolerância com o número de visitantes é maior, usualmente dois ou até mais visitantes simultâneos.

Quem opta pela acomodação apartamento no plano de saúde tem direito à internação sem precisar pagar a diferença de preço na hora. Se a pessoa prefere a hospedagem hospitalar em quarto, é financeiramente vantajoso incluí-la no plano. Isso porque a diferença de preço da mensalidade, ao longo de mais de um ano, dificilmente será superior ao valor de uma diária no apartamento.

Mas existem alguns detalhes: nem sempre a acomodação em apartamento está disponível. Pode ser necessário aguardar a disponibilidade, ficar internado na enfermaria e, às vezes, até receber alta médica antes de usufruir o quarto.

Outro ponto importante é que alguns hospitais oferecem diferentes categorias de apartamento e nem sempre o que o plano cobre é o melhor deles. Mas, caso o paciente queira um upgrade, pode pagar pela diferença e alterar a preferência facilmente.

Plano Unimed: enfermaria ou apartamento?

Na Unimed-BH, os clientes podem escolher entre os dois tipos de acomodação em quase todos os planos, com exceção do plano Unifácil, em que há apenas a opção de acomodação do tipo enfermaria.

Além disso, a enfermaria Unimed é chamada de acomodação coletiva. A diferença está apenas na nomenclatura, já que o conceito de “acomodação coletiva” é mais amplo e representativo do que o de enfermaria.

Da mesma forma, o apartamento Unimed também recebe um nome diferente nos planos: acomodação individual, que pode definir apartamento, suíte, quarto ou qualquer outro equivalente.

Enfermaria ou apartamento: afinal, qual escolher?

Depois de entender tudo sobre as diferenças entre enfermaria e apartamento, (acomodação coletiva e individual), é hora de decidir: qual é a melhor escolha para você?

A primeira coisa que deve ser avaliada aqui é a sua limitação financeira. Pode ser que um plano com acomodação individual simplesmente pese no orçamento e seja inviável. Se for esse o caso, escolher um plano com a opção de enfermaria é uma boa opção, pois será consideravelmente mais em conta.

Para quem prefere uma internação com mais conforto e privacidade, a modalidade do apartamento, ou acomodação individual, é financeiramente mais inteligente, já que a diferença de valor não é tão grande comparada à diária em apartamento hospitalar, mais cara que as parcelas mensais do plano.

Você pode conferir todas as opções de planos da Unimed-BH, com acomodação coletiva e individual, clicando aqui.

A idade e a saúde do cliente também são decisivas para optar por um plano enfermaria ou apartamento. Pessoas mais propensas a uma internação, como idosos ou portadores de uma doença grave, devem considerar melhor a opção de pagar mais pelo individual, assim como pessoas com doenças sujeitas a complicações e que necessitem de internações constantes.

Por fim, a decisão final deverá ser tomada depois de avaliar todos esses fatores. O importante é escolher bem e, se mudar de ideia, consultar a operadora do plano de saúde para verificar a necessidade de cumprir algum tipo de carência.

Agora que você já está pronto para fazer a escolha, aproveite para conhecer os planos da Unimed-BH e simular a melhor opção!

Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.

Comentários