Orientações sobre o uso correto de medicamentos

Qualidade de Vida

20/09/2021

Entender a importância das recomendações médicas no uso de medicamentos é o primeiro passo para o sucesso do tratamento. Saiba quais são os cuidados necessários e como armazenar os remédios corretamente.

3 min de leitura

Compartilhar

Orientações sobre o uso correto de medicamentos

Medicamentos são produtos usados para diagnosticar, prevenir e curar doenças, ou aliviar seus sintomas. O uso de medicamentos de forma indiscriminada, no entanto, é prejudicial à saúde. Hábitos como a automedicação e a utilização de fármacos sem prescrição, podem causar eventos indesejáveis à saúde.

Entenda porque é fundamental, antes de tudo, seguir a orientação médica e farmacêutica, além dos devidos cuidados quanto ao uso e conservação dos produtos.

Cuidados que você deve ter ao fazer uso de medicamentos

É importante ter em mente que o medicamento foi prescrito para a sua condição de saúde e nunca deve ser indicado por você a outra pessoa. Afinal, tal remédio pode não ser o mais adequado para ela.

Lembre-se que o uso do medicamento está condicionado à prescrição feita pelo profissional de saúde, seguindo a hora correta e o período de tempo determinado para o tratamento. Uma dica para não ter dúvidas é pedir que seu médico explique bem horários e doses a serem ministrados.

Além disso, leia sempre a bula antes de usar a medicação e se mantenha alerta quanto ao prazo de validade e instruções de uso. Ao longo do tratamento, preste atenção se notar que o medicamento não está tendo o efeito esperado e informe ao médico.

Confira outras orientações:

  • Para evitar complicações, não utilize nenhum medicamento sem orientação médica;
  • Antes de qualquer tipo de exame, cirurgia ou tratamento de emergência, deixe o seu médico ciente de alguma medicação que você esteja utilizando;
  • Se achar que tomou uma superdose ou se houver ingestão acidental do remédio por uma criança, procure o pronto-atendimento imediatamente;
  • Não espere acabar um medicamento de uso contínuo para adquirir outro.

Caso queira obter mais informações sobre a sua medicação, o médico ou o farmacêutico sempre serão melhores fontes de respostas que o Dr. Google.

Uma dica para lembrar de tudo o que você quer saber é escrever as suas dúvidas antes da consulta para perguntar ao médico.

Perigos da “farmacinha em casa”

Este hábito tão comum pode esconder riscos à saúde que vão desde os perigos da automedicação, até o agravamento da doença. Fora que podem estar vencidos e serem ingeridos de maneira exagerada ou errada.

Além disso, a forma de armazenamento das medicações pode não garantir a integridade dos produtos. Manter um estoque de medicamentos em casa, sem necessidade do uso, pode acarretar implicações à saúde.

Acondicionamento adequado de medicamentos: dicas de cuidados e segurança

Guardar medicamentos exige cuidados. Atente-se às dicas:

1) Mantenha-os em um local seguro e fora do alcance de crianças, para evitar uma ingestão acidental de medicamentos.

2) Observe se estão protegidos da luz direta, do calor e da umidade. Locais quentes como a cozinha e úmidos como o banheiro, não são adequados para guardar medicamentos, pois eles podem ter suas propriedades alteradas, diminuindo a eficácia ou causando efeitos tóxicos, mesmo estando no prazo de validade.

3) Guardar os fármacos na geladeira não é recomendado, exceto se isso estiver descrito na bula ou for orientado pelo médico, como no caso da insulina, por exemplo. Nunca congele os medicamentos líquidos.

4) Conserve na embalagem original.

5) Não remova o rótulo das embalagens.

6) Observe a data de validade.

7) Não reaproveite frascos usados de medicamentos para colocar outros líquidos, pois pode haver intoxicação.

8) Evite deixar o medicamento no interior do carro por muito tempo.

Orientações sobre o uso correto de medicamentos

Quanto ao uso correto de medicamento oral, seguem algumas recomendações:

  • Comprimidos e cápsulas geralmente devem ser ingeridos com água. Alguns precisam ser ingeridos após a alimentação e outros, em jejum. Esses cuidados são essenciais para evitar interferência na absorção. Portanto, é importante seguir as orientações médicas sobre o uso.
  • Medicamentos de uso oral são produzidos em formas diversas, como comprimidos, drágeas, cápsulas, suspensão e líquidos. Não esmague, mastigue ou quebre comprimidos, drágeas ou cápsulas, exceto por recomendação médica.
  • Para medicamentos líquidos, utilize o recipiente dosador específico contido na embalagem ou equivalente.
  • Se houver dificuldade para ingerir o medicamento conforme a forma prescrita, consulte o seu médico para uma possível substituição.

O que fazer em caso de efeitos adversos do medicamento?

Efeito adverso de medicamento é qualquer ocorrência médica desfavorável que pode ocorrer durante o tratamento com um medicamento.

Alguns fármacos podem causar efeitos indesejados, demandando atenção médica. Por isso, é importante o esclarecimento médico sobre os possíveis efeitos colaterais da medicação prescrita.

Se durante, ou após, o uso de um remédio surgirem manifestações alérgicas ou outras reações, informe imediatamente o seu médico.

Para saber mais sobre medicamentos, cuidados e outros assuntos que ajudam a cuidar melhor da sua saúde, acesse os conteúdos do Portal Viver Bem:

E se você tem o hábito de manter um estoque de remédios em casa, acesse a cartilha da Unimed-BH > Cuidados com a farmacinha.

Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.
Esse conteúdo foi útil para você?
Sim Não
[rate-form] ×
Obrigado! Sua opinião nos ajuda a fazer conteúdos cada vez melhores.

Comentários

error: © Copyright Unimed-BH 2021