Perguntas sobre pré-natal: o que você deve perguntar ao obstetra?

Maternidade

26/04/2021

As consultas de pré-natal são momentos para cuidar da saúde da mãe e do bebê e para fazer perguntas ao obstetra. Saiba quais são as principais dúvidas que devem ser esclarecidas nesse momento.

5 min de leitura

Compartilhar

Perguntas sobre pré-natal: o que você deve perguntar ao obstetra?

A notícia da gravidez traz à tona incontáveis dúvidas. Não poderia ser diferente: o cuidado com a nova vida que se forma já começa dentro da barriga. Esse zelo requer consultas de pré-natal, exames, novos hábitos alimentares e uma adaptação completa para receber o bebê.

Desde o primeiro contato com o médico até as últimas visitas ao consultório, é comum ter uma lista de possíveis perguntas ao obstetra. É muito recorrente perguntas sobre pré-natal e outras temáticas da vida da gestante.

Pensando em guiar as futuras mamães nesse universo de dúvidas sobre a gravidez, a Unimed-BH orienta sobre como se preparar para essas consultas. Continue lendo este post e descubra quais são as principais perguntas para fazer ao obstetra.

Consulta de pré-natal: entenda a importância

Antes de descobrir quais são as principais perguntas ao obstetra, é importante entender um pouco mais sobre a importância da consulta de pré-natal.

Mais do que um atendimento, trata-se de um acompanhamento periódico durante a gestação. Por meio das consultas de pré-natal, o obstetra consegue avaliar a evolução da gravidez, a saúde da grávida e o desenvolvimento do bebê.

É nas consultas de pré-natal que a equipe médica faz a análise de exames e as avaliações clínicas e tira as principais dúvidas sobre a gestação e o parto. Por isso, a consulta de pré-natal é extremamente importante para a saúde da mãe e do filho.

O que perguntar na primeira consulta ao obstetra?

A primeira conversa com o médico é um momento de muita expectativa, em que as primeiras dúvidas sobre a gravidez são esclarecidas. É também nesse primeiro contato que o médico explica sobre o acompanhamento pré-natal e o que é preciso ser feito em cada etapa.

Com tantas novidades, é importante se preparar e ter em mente o que abordar. Reunimos 7 sugestões de assuntos para você saber o que perguntar na primeira consulta ao obstetra:

1. Quais medicamentos são permitidos durante a gravidez?

Durante a gestação, o uso de medicações precisa ser mais cuidadoso do que nunca. Sendo assim, uma das mais importantes perguntas sobre pré-natal é sobre as restrições de medicamentos. Algumas medicações podem provocar sérios problemas ao bebê, incluindo até mesmo malformações.

Por isso, além de se orientar previamente sobre fórmulas permitidas e proibidas, é recomendado se medicar apenas sob prescrição médica.

2. Como cuidar da alimentação durante a gestação?

A alimentação saudável é uma preocupação constante na vida de todos. Na gravidez, essa preocupação deve ser redobrada, pois uma boa alimentação interfere diretamente no desenvolvimento do bebê. Além disso, se alimentar bem durante a gravidez auxilia na manutenção do ganho de peso, que é natural durante essa fase.

É essencial incluir em sua lista de perguntas sobre pré-natal quais os alimentos a serem evitados e quais devem ser incluídos na rotina durante a gestação. O profissional poderá indicar, inclusive, uma consulta com um especialista em dieta balanceada durante a gravidez.

3. É comum engordar quantos quilos na gravidez?

Uma dúvida comum entre as gestantes e uma das perguntas mais recorrentes nos consultórios dos obstetras é sobre o ganho de peso na gestação.

É importante estar atenta à balança durante esse período para que o peso não extrapole o “desejável”. Para mulheres cujo IMC está entre 18,5 e 24,9, o ganho de peso deve ser entre 11 e 16 quilos.

4. Quais os principais exames na gestação e qual a importância deles?

Existe uma longa lista de exames na gravidez. Ultrassonografias, hemogramas, tipagem sanguínea e sorologias infecciosas são apenas alguns deles. Cada exame tem sua função específica, mas todos têm objetivos em comum: monitorar o estado de saúde da mãe e mapear possíveis “ameaças” ao desenvolvimento do bebê.

Ao perguntar ao obstetra sobre os exames, ele explicará detalhadamente a importância de cada um e quando eles devem ser feitos.

5. É permitido se exercitar durante a gravidez?

Além de permitido, é recomendado que se pratique exercícios físicos durante a gravidez. Isso proporciona diversos benefícios e ajuda a diminuir sintomas como prisão de ventre e dores lombares.

Ainda assim, essa é uma questão importante. Existem algumas modalidades que não são recomendadas; e mesmo aquelas que são permitidas devem ser feitas com moderação e cuidado.

Para fazer atividade física na gestação, uma conversa com o obstetra sobre esse assunto é fundamental. Ele poderá orientar sobre as restrições, os níveis de intensidade e o modo ideal de conduzir as práticas. Mas não se esqueça: se exercitar na gravidez sem essas orientações pode acarretar problemas.

6. Relação sexual na gravidez pode trazer problemas para o bebê?

Uma das dúvidas mais comuns entre gestantes é sobre relações sexuais durante a gestação. Em termos gerais, não há problema algum; entretanto, em casos especiais, elas podem ser contraindicadas.

Essa orientação é feita com base no quadro clínico da gestante; por isso é importante incluir essa dúvida na sua lista de perguntas ao obstetra.

7. Posso fazer procedimentos estéticos durante a gravidez?

Procedimentos estéticos que envolvem contato com produtos químicos, como esmaltes, tintas para cabelo, ácidos e afins, são, no geral, contraindicados. Por isso, quando o assunto é cuidado com a beleza, é sempre importante tirar dúvidas com o obstetra.

Antes de se submeter a qualquer desses procedimentos, fale com o médico e verifique se pode trazer riscos à sua saúde ou ao bebê.

Perguntas para fazer ao obstetra antes do parto

A partir do segundo trimestre de gravidez, algumas respostas sobre o pré-natal já estão na ponta da língua. Futuras mamães e parceiros já sabem os principais cuidados, exames e restrições. Nesse momento, é comum que sejam feitas outras perguntas ao obstetra.

Existem alguns temas muito importantes que devem ser tratados nas últimas consultas de pré-natal:

  • Plano de parto
  • Tipos de parto
  • Data provável do nascimento do bebê
  • Como saber quando se inicia o trabalho de parto
  • Opções para diminuir a dor durante o trabalho de parto

No geral, todas essas dúvidas são sanadas durante a construção do plano de parto. Mas, por via das dúvidas, não se esqueça de fazer essas perguntas sobre pré-natal.

O que é plano de parto e como fazê-lo?

Trata-se de um documento construído pela gestante em parceria com o obstetra. Nele, são registrados todos os desejos e restrições para o trabalho de parto e o parto em si.

Durante essa construção, o seu médico deverá explicar todo o processo, desde a chegada à maternidade até o pós-parto. Esse conhecimento ajudará você a tomar decisões e a se sentir segura sobre a forma de trazer o seu bebê ao mundo.

Quais são os tipos de parto existentes?

Existem, basicamente, dois tipos de parto: normal ou cesáreo. Dentro de cada tipo, existem diversas opções e técnicas que auxiliam a chegada do bebê. Por isso, é importante conversar com o seu médico sobre as possibilidades de nascimento, bem como os benefícios e riscos de cada uma delas.

Leia mais aqui → Benefícios do parto normal para a mãe e o bebê.

Qual a data provável do meu parto?

Geralmente, a data provável de parto é após 40 semanas de gestação. Para ter uma previsão do nascimento do bebê, é feito um cálculo com base na data da última menstruação ou do primeiro ultrassom da gravidez. Mas o parto pode acontecer antes ou depois da data prevista, por conta de inúmeros fatores.

Como saber se estou entrando em trabalho de parto?

As contrações são o sinal mais claro de que o trabalho de parto começou. Elas se assemelham à dor causada pela cólica menstrual e se apresentam com intervalos curtos. O rompimento da bolsa, por sua vez, é um sinal alarmante: depois que isso acontece, a gestante deve ir imediatamente para o hospital.

Para conhecer melhor como se dá o trabalho de parto, é importante conversar com o seu obstetra. Ele vai lhe ensinar todas as formas de reconhecer que a hora está chegando, de modo a evitar “alarmes falsos” e visitas desnecessárias ao hospital.

Quais são as opções de analgesia farmacológica e não farmacológica para a dor no trabalho de parto?

A dor durante o trabalho de parto é motivo de muita ansiedade para as gestantes. Existem, porém, várias formas de tratá-la, medicamentosas ou não. É essencial que você se informe com o médico sobre essas formas de controle da dor por meio das perguntas sobre o pré-natal.

A Unimed-BH ajuda você, mamãe, a cuidar de quem você ama

Além de se preparar para as principais perguntas sobre pré-natal, que tal contar com os benefícios da Unimed-BH para auxiliar você em todos os momentos da maternidade? Neste mês que é todinho seu, aproveite:

Plano Assistencial com 10% de desconto;
40% no Plano Odonto Essencial;
→ Além de condições especiais para liberação de carência e outros benefícios exclusivos!

Não perca tempo, porque o período é limitado → clique aqui agora e garanta este presente para você e sua família!

Unimed-BH
Unimed-BH
Somos a melhor entre as maiores operadoras de saúde do Brasil, estamos presentes na vida de mais de 1,2 milhão de pessoas e temos um compromisso com nossos clientes e a sociedade: disponibilizar informações de saúde confiáveis, completas e de alta qualidade, para que você se cuide melhor todos os dias.

Comentários