Queimaduras: tipos, causas mais comuns e tratamento

Prevenção e Controle

20/06/2022

Em 6 de junho, comemora-se o Dia Nacional de Luta contra Queimaduras. Descubra quais são os tipos de queimaduras mais comuns e aprenda a evitá-las.

4 min de leitura

Queimaduras: tipos, causas mais comuns e tratamento

Uma queimadura é uma lesão que ocorre quando calor, produtos químicos, luz solar, eletricidade ou radiação danificam o tecido da pele. Ela pode atingir apenas a camada mais superficial, mas também pode ser mais profunda, comprometendo músculos e ossos.

Leia a seguir quais são os principais tipos e causas de queimaduras, assim como a forma de evitá-las.

Tipos de queimaduras

A pele pode ser queimada por uma série de agentes, resultando em tipos diferentes de queimaduras. As lesões, então, são classificadas de acordo com a sua causa, profundidade e extensão da área lesionada.

Veja a seguir como é possível classificar os diferentes tipos de queimaduras.

Causas comuns de queimaduras

As chamas abertas do fogão são uma das razões mais comuns pelas quais as pessoas se queimam, mas existem muitas outras causas. Eles incluem:

  • Fricção. Quando um objeto duro machuca a sua pele, você tem o que é chamado de “queimadura por fricção”. É tanto uma abrasão (arranhões) quanto uma queimadura de calor. Esses são comuns em acidentes de moto e bicicleta. A queimadura do tapete é outro tipo de queimadura por fricção.
  • Queimaduras de frio. As queimaduras de frio causam danos à pele ao congelá-la. Esse tipo de lesão pode ocorrer graças à exposição ao ar livre em temperaturas muito baixas. Também se dá quando sua pele entra em contato direto com algo muito frio, por um período prolongado de tempo.
  • Queimaduras térmicas. Tocar em um objeto muito quente aumenta a temperatura da pele, podendo causar a lesão de queimadura. Metais muito quentes, vapor, líquidos escaldantes e chamas causam queimaduras térmicas.
  • Queimaduras de radiação. As conhecidas queimaduras causadas pelo sol são um tipo de queimadura de radiação. Outras fontes de radiação, como raios X ou radioterapia para tratar o câncer, também podem causá-la
  • Queimaduras químicas. Ácidos fortes, solventes ou detergentes que tocam sua pele podem causar lesões como essas.
  • Queimaduras elétricas. Se você entrar em contato com uma corrente elétrica, poderá sofrer esse tipo de queimadura.

Tipos de queimaduras por gravidade

Primeiro grau

As queimaduras de primeiro grau causam danos mínimos à pele. São comumente chamadas de “superficiais” porque afetam a camada mais externa da pele. Os sinais de uma queimadura de primeiro grau incluem:

  • vermelhidão
  • inflamação menor ou inchaço
  • dor
  • pele seca e descamação (ocorre à medida que a queimadura cicatriza)

Como essa queimadura afeta a camada superior da pele, os sinais e sintomas desaparecem assim que as células da área afetada se desprendem. As queimaduras de primeiro grau geralmente estão curadas dentro de poucos dias sem deixar cicatrizes.

Você ainda deve consultar seu médico se a queimadura afetar uma grande área da pele e se estiver no rosto ou em uma articulação importante, como joelho, tornozelo, pés, coluna, ombros e cotovelos.

Queimadura primeiro grau

Segundo grau

As queimaduras de segundo grau são mais graves porque o dano se estende além da camada superior da pele. Esse tipo de queimadura faz com que a pele fique extremamente vermelha e dolorida.

Algumas bolhas se abrem, dando à lesão uma aparência molhada. Com o tempo, um tecido espesso, macio e semelhante a uma crosta, chamado exsudato fibrinoso, pode se desenvolver sobre a ferida.

Em razão da natureza delicada dessas feridas, é necessário manter a área limpa e enfaixá-la adequadamente para evitar infecção. Isso também ajuda a curar a queimadura mais rapidamente.

Algumas queimaduras de segundo grau demoram mais de três semanas para cicatrizar, mas a maioria se recupera dentro de duas a três semanas sem deixar cicatrizes, apesar de, geralmente, deixar alterações de pigmento na pele. Quanto piores as bolhas, mais tempo a queimadura levará para cicatrizar.

Queimadura segundo grau

Terceiro grau

Excluindo as queimaduras de quarto grau, que são menos comuns, as queimaduras de terceiro grau são as mais graves. Eles causam o maior dano, estendendo-se por todas as camadas da pele.

Há um equívoco de que as queimaduras de terceiro grau são as mais dolorosas. No entanto, com esse tipo de queimadura, o dano é tão extenso que chega a não causar dor devido ao dano do nervo.

Sem cirurgia, essas feridas resultam em cicatrizes e contraturas graves. Não há um período específico para a cura espontânea completa de queimaduras de terceiro grau.

Nunca tente se tratar de uma queimadura de terceiro grau sem procurar ajuda médica. É essencial atendimento médico imediatamente. Enquanto espera pelo tratamento médico, levante a lesão acima do coração. Não tire a roupa, mas certifique-se de que nenhum tecido esteja preso na queimadura.

Como tratar queimaduras

O tratamento da queimadura varia de acordo com a causa e a gravidade. De forma geral, é preciso manter todas as queimaduras limpas e, dependendo do estado das feridas, é necessário aplicar curativos/tratamentos adequados. Em caso de queimaduras, é primordial avaliação médica para constatar corretamente a gravidade do ferimento e como tratá-lo.

Quais são as complicações das queimaduras?

As queimaduras podem trazer graves complicações para a saúde. As de terceiro e quarto graus, em especial, apresentam complicações que incluem:

  • Arritmia, ou distúrbios do ritmo cardíaco, causados por uma queimadura elétrica.
  • Desidratação.
  • Cicatrizes e contraturas desfigurantes.
  • Edema (excesso de líquido e inchaço nos tecidos).
  • Falência do órgão.
  • Pneumonia.
  • Pressão arterial gravemente baixa (hipotensão), o que pode levar ao choque.
  • Infecção grave que ocasiona até mesmo amputação ou sepse.
  • Morte.

Já as queimaduras de sol estão relacionadas a outro problema grave: o câncer de pele. A exposição da pele aos raios UVA e UVB pode provocar diversos problemas, desde queimaduras, manchas e lesões superficiais, até o câncer — no Brasil, este é um dos tipos de câncer mais comuns.

Saiba mais sobre o câncer de pele e aprenda a importância de usar protetor solar para evitar complicações relacionadas à saúde da sua pele.

Equipe de Atenção à Saúde Unimed-BH
Conteúdo validado por Equipe de Atenção à Saúde Unimed-BH

Equipe responsável por prover conteúdos em soluções assistenciais para clientes, profissionais e prestadores da Unimed-BH, assim como para a sociedade como um todo.

Esse conteúdo foi útil para você?
Sim Não
×

Comentários